segunda-feira, 27 de julho de 2015

Aviso!

Comunicamos aos nossos Fieis que a partir de setembro do corrente ano de 2015 nossa Paróquia estará realizando a celebração do Santo Batismo todos os primeiro e último sábado do mês.
    A celebração fica condicionada a marcação antecipada pelo tel.: (75) 3623-4699 ou pelo e-mail: proclamandoafe@hotmail.com

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Pentecostes: Manifestação do Espírito





12Então os apóstolos deixaram o monte das Oliveiras e voltaram para Jerusalém, à distância que se pode andar num dia de Sábado. 13Entraram na cidade e subiram para a sala de cima onde costumavam ficar. Eram Pedro e João, Tiago e André, Filipe e Tomé, Bartolomeu e Mateus, Tiago, filho de Alfeu, Simão Zelote e Judas, filho te Tiago.  14Todos eles perseveravam na oração em comum, junto com algumas mulheres – entre elas, Maria, mãe de Jesus – e com os irmãos dele.

         1Quando chegou o dia de Pentecostes, os discípulos estavam todos reunidos no mesmo lugar. 2De repente, veio do céu um ruído como de um vento forte, que encheu toda a casa em que se encontravam. 3Então apareceram línguas como de fogo que se repartiram e pousaram sobre cada um deles. 4Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o espírito lhes concedia expressar-se.
         5Residiam em Jerusalém judeus devotos, de todas as nações que há debaixo do céu. 6Quando ouviram o ruído, reuniu-se a multidão, e todos ficaram confusos, pois cada um ouvia os discípulos falar em sua própria língua. 7Cheios de espanto e de admiração, diziam: “Esses homens que estão falando não são todos galileus? 8Como é que nós os escutamos na nossa língua de origem? 9Nós que somos partas, medos e elamitas, habitantes da Mesopotâmia, da Judeia e da Capadócia, do Ponto e da Ásia, 10da Frígia e da Panfilia, do Egito e da parte da Líbia próxima de Cirene, e os romanos aqui residentes,11 judeus e prosélitos, cretenses e árabes, todos nós os escutamos anunciando as maravilhas de Deus em nossa própria língua!”
         12Todos estavam pasmados e perplexos, e diziam uns aos outros: “Que significa isso?” 13Mas outros caçoavam: “Estão bêbados de vinho doce”.
         14Pedro de pé, junto com os onze apóstolos, levantou a voz e falou à multidão: Homens da Judéia e todos vós, que resides em Jerusalém, seja do vosso conhecimento o que eu vou dizer. Escutai-me com toda a atenção. 15Estes aqui não estão embriagados, como podeis pensar, pois estamos ainda em plena manhã. 16Está acontecendo o que foi anunciado pelo profeta Joel:
         17Nos últimos dias, diz o Senhor,
derramarei do meu espírito sobre toda carne,
 e vossos filhos e filhas profetizarão,
os vossos jovens terão visões
 e os vossos anciãos terão sonhos;
18mesmo sobre os meus servos e servas
 derramarei do meu Espírito, naqueles dias,
e profetizarão.
19E mostrarei prodígios no céu, em cima,
e sinais na terra, em baixo,
sangue e fogo e nuvem de fumaça.
20O sol se transformará em trevas
e a lua, em sangue,
antes que venha o grande e glorioso dia do Senhor.
21E todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo’.
         22Homens de Israel, escutai estas palavras: Jesus de Nazaré foi um homem credenciado por Deus junto de vós, pelos milagres, prodígios e sinais que Deus realizou entre vós por meio dele, como bem o sabeis. 23Deus, em seu desígnio e previsão, determinou que Jesus fosse entregue pelas mãos dos ímpios, e vós o matastes, pregando-o numa cruz. 24Mas Deus o ressuscitou, libertando-o das angústias da morte, porque não era possível que ela o dominasse. 25Pois Davi diz a seu respeito:
         ‘Eu via sempre o Senhor diante de mim,
         porque está à minha direita, para que eu não vacile.
         26Por isso alegrou-se meu coração e exultou minha língua;
         Mais ainda, minha carne repousará na esperança.  
         27Não abandonarás minha alma no reino da morte
         Nem deixarás o teu Santo conhecer a decomposição.
         28Deste-me a conhecer caminhos de vida
         E me encherás de alegria com a tua presença’.
         29Irmãos, seja-me permitido dizer-vos com toda liberdade, que o patriarca Davi morreu e foi sepultado, e seu sepulcro está entre nós até hoje. 30Ora, ele era profeta e sabia que Deus lhe havia jurado solenemente que um de seus descendentes se sentaria no seu trono31Assim, ele previu a ressurreição do Cristo e é dela que disse: não foi abandonado no reino da morte, e sua carne não conheceu a decomposição.
32De fato, Deus ressuscitou este mesmo Jesus, e disso todos nós somos testemunhas. 33E agora, exaltado pela direita de Deus, ele recebeu o Espírito Santo que fora prometido pelo Pai e o derramou, como estais vendo e ouvindo.
         34Pois Davi não subiu ao céu, mas ele diz: ‘Disse o Senhor ao meu Senhor: senta-te à minha direita,
35até que eu ponha teus inimigos como apoio para teus pés’.
36Portanto, que todo o povo de Israel reconheça, com plena certeza: Deus constituiu Senhor e Cristo a este jesus que vós crucificastes”.

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Jesus elevado ao céu (Atos dos Apóstolos)

No meu primeiro livro, ó Teófilo, tratei de tudo que Jesus fez e ensinou, desde o começo até o dia que foi elevado ao céu, depois de ter dado instruções, pelo Espírito Santo, aos apóstolos que havia escolhido. Depois da sua paixão, Jesus mostrou-se vivo a eles, com numerosas provas. Apareceu-lhes por um período de quarenta dias, falando do Reino de deus. Ao tomar a refeição com eles, deu-lhes esta ordem: "Não vos afasteis de Jerusalém, mas esperai a realização da promessa do Pai, da qual me ouvistes falar, quando eu disse: 'João batizou com água; vós, porém, dentro de poucos dias sereis batizados com o Espírito Santo'". Então, os que estavam reunidos perguntaram a Jesus: "Senhor, é agora que vais restabelecer o Reino para Israel?" Jesus respondeu: "Não cabe a vós saber os tempos ou os momentos que o Pai determinou com a sua autoridade. Mas recebereis o poder do Espírito Santo que virá sobre vós, para serdes minhas testemunhas em jerusalém, por toda a Judeia e Samaria, e até os confins da terra". Depois de dizer isto, Jesus foi elevado, à vista deles, e uma nuvem o retirou aos seus olhos.Continuavam olhando para o céu, enquanto Jesus subia. apresentaram-se a eles então dois homens vestidos de branco, que lhes disseram: "Homens da Galileia, porque ficais aqui, parados, olhando para o céu? Esse Jesus que, do meio de vós, foi elevado ao céu, virá assim, do mesmo modo como o vistes partir para o céu". A ascensão de Jesus Cristo assinala a entrada definitiva da humanidade de jesus no domínio celeste de Deus, donde voltará, mas que até lá o esconde dos olhos dos homens. Jesus Cristo, Cabeça da Igreja, nos precede no Reino glorioso do Pai para que nós, membros de seu Corpo, vivamos na esperança de estarmos um dia eternamente com Ele.

terça-feira, 30 de dezembro de 2014



ENTREGA DAS CESTAS BÁSICAS DO NATAL 2014, COMUNIDADE NOVO HORIZONTE EM FEIRA DE SANTANA-BA





































FESTA DE SANTA LUZIA 2014